Marcelo Fernandes destaca a importância do Corinthians Sub-23 para formação de atletas na retomada das atividades

Auxiliar técnico do Timão na categoria comentou sobre a nova fase da equipe a partir do retorno das atividades na próxima segunda-feira (27)

​Criada em 2019 para aprimorar o processo de formação dos atletas de categoria de base, a equipe Sub-23 do Corinthians tem tudo para deslanchar na continuidade desta temporada com a ajuda de Marcelo Fernandes. Com a retomada das atividades marcada para a próxima segunda-feira (27), o auxiliar técnico da categoria falou sobre a importância de manter um trabalho em conjunto com o time profissional, sobre a nova cara que o trabalho ganhou com a chegada de Tiago Nunes e também sobre os desafios de manter uma programação de treinos durante o período de quarentena.


​Com quase quatro meses de paralisação das atividades esportivas por conta da pandemia do coronavírus, todas a equipes tiveram que s e reinventar para manter os atletas treinando a distância. Marcelo Fernandes explicou como tem sido a rotina de trabalho de seu time durante a quarentena: “Trabalhar a distância é episódio novo na carreira, que ninguém nunca pensou que fosse acontecer, mas todos nós estamos nos adaptando. No Corinthians não foi diferente, trabalhamos na plataforma Zoom com todos os atletas. Segunda, quarta e sexta passamos um trabalho mais físico para deixar os atletas com o mínimo de condição, enquanto às terças e quintas fazemos um trabalho mais cognitivo e técnico, com uso de vídeos de jogos anteriores para que a gente possa corrigir. No geral, tem sido um trabalho muito benéfico”.


​O auxiliar técnico também comentou sobre como a chegada de Tiago Nunes à equipe profissional está sendo importante para o desenvolvimento da categoria sub-23. De acordo com Marcelo Fernandes, Tiago tem experiência em trabalhar integrando as diferentes categorias de um mesmo clube e isso deve ajudar no desenvolvimento do Corinthians Sub-23 como uma espécie de “equipe B” do Timão: ” A chegada do Tiago foi muito importante para nós, pois além de ser um grande treinador, ele está habituado a trabalhar com uma “equipe B”, que no nosso caso é a equipe Sub-23. Para nós foi uma alegria muito grande, conversamos sempre com o Tiago, e apesar da pandemia, ele sempre deixou muito claro que quer trabalhar bastante em conjunto com a nossa equipe, quer dar oportunidade para nossos jogadores”.


​Marcelo também destacou o papel formador de sua equipe, que em sua opinião é muito importante para terminar o desenvolvimento de jovens atletas: “Como a gente é a equipe mais próxima do profissional, a ideia é poder maturar melhor os atletas que já estouraram a idade do sub-20 e até mesmo os destaques do sub-17, para que eles possam chegar ao profissional mais acostumados e preparados com as situações que eles vão encontrar”. O auxiliar técnico ainda ressaltou: “Esse é o nosso dever, prover jogadores sempre que o profissional precisar e garantir que o jogadores cheguem lá e possam desempenhar um ótimo trabalho”.
​Muito satisfeito com o grupo que tem em mãos, Marcelo Fernandes elogiou também a entrega e determinação de seus atletas: “A gente tem um grupo muito bom, com atletas muito engajados, que sempre querem o melhor e sabem a oportunidade que eles tem de estarem jogando em um grande clube como o Corinthians. Por isso eles fazem de tudo para mostrar para a gente o melhor deles”.