Semana inicia com treinamento de incêndio para alunos e colaboradores do Instituto Neymar Jr.

Nos dias 26 e 27 de agosto o departamento de Segurança do Trabalho promoveu um treinamento de incêndio com simulação de evacuação de emergência para os alunos e colaboradores do Instituto Projeto Neymar Jr. O objetivo é instruir a equipe para que as devidas medidas possam ser tomadas da maneira correta em possíveis situações de emergência, reduzindo, assim, a chance de riscos.

Na segunda-feira (26), as turmas do período matutino participaram do treinamento entre as 7h20 e 11h20 com o intervalo de uma hora entre as simulações. Já na terça-feira (27), foi a vez dos alunos do período vespertino, que botaram a evacuação em prática entre 12h20 e 16h20 com o mesmo tempo de intervalo.

As primeiras recomendações foram dadas ainda em sala de aula; os professores deram o embasamento teórico sobre a situação, instruindo as crianças a seguirem o protocolo do treinamento de forma organizada.

Ao toque do alarme de incêndio os professores guiavam os alunos de suas devidas turmas para a saída de emergência mais próxima, sempre lembrando-os de manter a calma e seguir a fila ordenadamente até o ponto de encontro fora das estruturas do Instituto: a quadra externa.

Joseildo João Santos fez parte da organização da simulação. Como Técnico de Segurança do Trabalho, ele acompanhou de perto toda a execução do procedimento e lembrou o quanto é importante fazer esse tipo de “ensaio” para reais situações de perigo. “Hoje as crianças estão colocando em prática [o que aprenderam sobre] o treinamento de evacuação de emergência do prédio”.

Segundo Fabio Galan,  Supervisor de Atividades Esportivas do INJR, as crianças reagiram muito bem à situação proposta. “A gente pode observar o comportamento dos alunos em uma eventual situação de incêndio do Instituto e dos colaboradores também. E deu tudo certo, pudemos cronometrar cada passo e estamos muito felizes com o resultado”.

Foi a primeira vez da aluna Pietra em uma simulação de evacuação, e ela contou que ficou nervosa com a situação, mas prestou atenção no que a professora falou e acabou dando tudo certo.

Já o aluno Arthur lembrou de algo importante: mesmo diante de tal circunstância, não se pode esquecer de ajudar os amigos. “Hoje a gente estava fazendo um treinamento para o Instituto porque, se pegar fogo, a gente tá treinado pra conseguir se salvar. E não pode deixar nenhum amigo pra trás. Salve o amigo!”.